quarta-feira, 2 de julho de 2008

Justiça

Tem que se tomar cuidado ao generalizar. Essa frase já é uma velha conhecida nossa, mas hoje ela fez sentido como nunca.


Dizem que a vida não é justa. Concordo, mas há casos isolados que provam o contrário.


Eis um dos maiores exemplos que a vida pode ser sim justa, muito justa.


Rafael Ilha.

Este indivíduo, já faz alguns anos, está comendo o pão que o diabo amassou. Já foi preso por roubar 1 real, já comeu pilha. Isso mesmo, dái o apelido Rafael Pilha.

Agora é preso novamente. Sinceramente espero que ele seja solto rapidamente. Daí ele pode fazer alguma merda novamente, e se fuder mais. Seu destino está fadado, e o destino é inoxerável. Ele não pode simplesmente ser preso e apodrecer na cadeia. Ele tem que sofrer. Mas estou confiante que, desta vez, a vida não vai me decepcionar.

E o motivo da vida estar sendo justa ? Um filho da puta do grupo Polegar tem mais é que se fuder mesmo. Pro diabo que te carregue com toda essa merda de música que você deu vida.

2 comentários:

Anônimo disse...

kakakkakakakkakakakakakkk

Fillipe Moreno disse...

up!
vlw o desabafo.